sábado, 31 de agosto de 2013

Amiga de infância


Algo aconteceu,
Quando nos conhecemos
E entre gargalhadas,
Nos apercebemos,
Que teria nascido
Uma amizade,
Construída
Com muita sinceridade.
 
Já se passou
Tanto tempo,
E a nossa amizade
Ainda não teve fim.
 
Custou-me tanto
Quando te vi
Despedir-te de mim.


Foi um momento,
Em que me senti sozinha,
Pois senti,
Que tinha ficado
Sem a minha rainha.
 
Foste tu,
Quem me levantou,
Quando alguém me fez cair.
Foste a minha felicidade,
Em momentos,
Onde só existia crueldade.
Foste quem me abriu
Os olhos,
E ensinou
A lutar pelos meus sonhos,
Mesmo sendo medonhos.
 
És a estrela,
Que brilha no céu
Que me sabe guiar,
És uma pessoa,
Que não me magoa,
E de quem nunca me irei fartar.
 
Não ficou,
Tão bom
Como parece,
Mas só de pensar,
Nesta grande amiga,
Qualquer um enlouquece.
 
És um sempre,
No meu coração,
És a amiga,
Que terá para mim
A mão estendida.
 
Queria tanto
Te abraçar,
Quando este poema acabar.
 
Não te quero ver chorar.
 
As palavras partiram,
E as nossas lembranças
Ficaram,
E ao reler este poema,
Até os meus olhos choraram.
 
Adoro-te.
 
 
                                                                                                    
                                                                                    Dedicado á minha amiga de infância:Viviana Cristina
 
 

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Acredita


Acredita,
Que um problema,
Tem sempre
Uma solução,
Acredita,
Tu consegues
Derrubar barreiras
Sem ferir o coração
Acredita.
 
 Acredita,
Que a tristeza,
Irá sempre embora,
Acredita,
Na pureza da natureza,
Acredita.
 
Acredita,
Que o passado
Só dói uma vez,
E que a Bonança
Vai chegar
Basta contar
Até três,
Acredita.
 
Acredita,
Que com luta,
Tudo se conseguirá,
E daquela pessoa
Que te impede de ser feliz,
Deus um dia cuidará,
Acredita.
 
Acredita,
Que os pesadelos,
São alertas do céu,
E que um dia
Tu vais estar
Perante o altar
De tiara e véu,
Acredita.
 
Para se realizar,
É preciso acreditar,
Acredita.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Sonho(2)

Objetivo,
Desejo,
Uma promessa,
Por cumprir,
Eu posso deixar tudo
Mas do meu sonho
Eu não vou desistir.

Luta,
Que compensa,
Ser lutada,
Neste sonho,
Eu não serei derrotada.

Sacrifícios,
Mistérios,
Enigmas por resolver,
Eu farei de tudo mesmo que tenha
Que sofrer.

Sonho,
Realidade,
Medo medonho,
Que não me afasta com facilidade,
Do meu objetivo,
Eu não vou desistir,
Seja qual for a dificuldade.

Sonho,
Futuro,

Maduro.

Aconteceu

Olhei ao meu redor,
Encontrei-te a ti,
Não havia ninguém por perto,
Quis arriscar
E compreender como seria
Se tu estivesses aqui.

Num curto,
Período de tempo,
Deu para perceber
Que tudo era tal real,
Mas por vezes,
Tão sonhado,
Gostei do que estava
A acontecer,
E quis ficar a teu lado.

Mas agora,
Que tudo isto aconteceu,
Eu visualizo,
Que já estás feliz
 Com outra pessoa.

Mudaste de amor,
De um momento,
E não percebes
Que eu ainda sinto
Algo incompreensível.

Mas eu pergunto:
-Custava muito esperar?
-Eu não te fazia alegrar?
-Porque é que vens assim
Com outra pessoa,
E te esqueces de mim?
-Diz?

Aconteceu,
E sim,
Este acontecimento
De última hora

Doeu.