segunda-feira, 22 de junho de 2015

Desisto ou não?

Percorro cada pista
Que me dás como
Um dia percorrerei
A tua alma,
Percorro como sei,
Com força de vontade
E confiança de que te vou
Encontrar,
Só espero que não seja tarde,
E eu,
Ainda vá a tempo
De te amar, a ti.

És tão difícil
De aguentar,
Já não sei se continuo,
Se amuo,
E fico por aqui,
Se desista,
Sim!
Se desista de vez de ti.

Mas tu vens
E pedes que fique,
Que mais me falta
Fazer?
O caminho já está traçado,
O amor prontinho e arrumado,
É desta que te vou trazer,
Faço tudo para te voltar
A receber.

Não desisti,
Ainda permaneço imune,
Mas apenas
E só por ti.
Não desisto
De te encontrar.

Enigmática

Resultado de imagem para enigmáticaNão sais de mim,
Estás presa,
Mas eu quero-te libertar,
Deixar que mostres
Quem és,
E o porquê de me perseguires
De insistires
E, algo
Que desconheço,
Se calhar,
O problema vem de mim,
E sou eu que não te mereço.

Não sei se te amo,
Mas vives no meu coração
Não sei se é bom,
Ou mau ver-te
E não poder ter-te,
Não é bom para ninguém,
Viver nesta situação,
Nem mesmo para alguém
Como tu.

Ocupas os meus
Cinco sentidos,
Fazes-me perder,
No mar de emoções,
No qual te vou finalmente
Encontrar e a que me vou unir
Ao teu coração,

Quando te vir,
Não quero que estejas
Sozinha, mas sim acompanhada
Pelo nosso fruto,
O produto de uma noite,
A  noite,
Resultado de uma paixão,
Estrela cadente rumo
Ao meu coração,

Desta vez...
Não é ilusão!