sábado, 3 de outubro de 2015

A noite de Natal na vila

A família estava reunida,
E eu a chorar de felicidade.
Estávamos de novo juntos
Era novidade.

Lá fora fazia frio
Porém o meu coração
Fervia de alegria,
Era Natal,
E esta era a magia.

Fomos juntos até
Ao largo
Como mandava a tradição,
E juntos aquecidos
Pela enorme fogueira,
Demos a mão.

E ali ficamos
Até perto da chegada
Do novo dia,
De seguida
Na partida,
Fomos para casa
Cheios de amor
E euforia.

Todos nos amamos,
Todos nos abraçamos,
E ainda mais juntos,
A época festiva
Festejamos.

Era Natal,
Era normal!

O último suspiro

Ouço o teu coração
Acelerado,
Descansa,
Eu estou aqui
A teu lado,
Meu anjo perfumado.

Este som perfura
E corrói,
O que em mim
Mais dói,
Pára,
Recua,
Fica só por mais
Um segundo,
Pensa,
É nesta cama
De hospital que sobrevoa
O meu mundo,
O meu rouxinol.

Levanto o teu véu
Contigo em meus braços
Não vais mais para o céu,
Eu darei por ti os teus passos,
Custe o que custar,
Tu hoje,
Amanhã e ontem
Não me vais deixar,
Estou aqui para te amar.

Eu estou aqui!