Blogs de Portugal

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Depois de nós

Resultado de imagem para depois de nósDepois, amor...
Depois a vida andou
O sol brilhou,
A areia do mar
O mar molhou,
E quanto a nós?
De nós nada restou.

Os outros viverem
Alguns por mero acaso morreram,
Mas o motivo
Não fui eu
Muito menos tu,
Aconteceu...
Como acontece tanta coisa
Assim do nada,
Uns abrem
Os outros encerram
Cada jornada.

Depois de nós vêm
Outros e outras
E mais uns tantos
Que eu nem sei,
Que vivam
Sejam felizes
Amem muito
E sofram pouco,
E que no passo
De cada erro
Se faça ouvir
Este pouco rouco.

Depois de nós?
Qual nós?

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Eu sei

Resultado de imagem para eu seiSei que a esta hora
Estás arrependido
Que te chega
A doer na alma
Só de pensares
No que poderia
Ter acontecido,
Sim, eu sei,
Mas sei que de arrependimentos
É o mundo feito,
E que por mais
Que tentasses
Tu também
Não chegavas
A ser perfeito,
Eu sei.

Eu sei,
Sei tanto,
E não é por saber tudo
Que me fugiu
O encanto.

Sei,
Mas sei que tu
Também soubeste demais,
E hoje no meu canto
Ainda oiço
Tocarem os teus sinais.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Sinto falta

Resultado de imagem para sinto faltaFalta dos dias de sol,
Falta do ar puro do campo,
Falta de inçar o anzol
No meu barco,
No meu canto.

Sinto falta dos dias
Sem fim,
Falta dos passeios noturnos
No jardim,
Falta da Primavera
Da minha infância,
Sinto falta de mim.

Sinto falta!

domingo, 28 de janeiro de 2018

Tu não viste

Resultado de imagem para tu nao visteAs cartas que te escrevi,
Os versos
Que desperdicei
Só porque te vi,
As tardes de domingo
Que foram ao ar,
As saídas com os amigos
Até ao tal bar
Em que eu andava
Constantemente
A faltar,
Isso tu nunca viste
Ou se por acaso sim
Sorriste,
E prosseguiste
Sem por um único segundo
Pensares em mim.

Os beijos,
Os abraços,
As palavras
Na hora de maior aflição
Tu não viste,
Dei-te o meu coração
E desta vez
Nem sorriste.

As fotos,
As conversas
Com amigos
Que acabavam
Sempre em ti,
Tu não viste,
E se viste
Não quiseste saber,
No fundo
Sei que sou tola
Por ainda estar aqui,
A escrever-te,
Porque nem isso
Tu vais ver,
Pois não?

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Depois do amanhecer

Imagem relacionadaEstou aqui sentada
Na areia molhada
Pelos abraços do mar
Á tua espera.
Espero-te porque és como
As andorinhas
Regressas na Primavera.

Morta por rever
Cada traço do teu rosto
Será que ainda
Me amas?
Ou já renovaste
O teu gosto?

Sei que voltas
Pode é não ser para mim
Fico feliz
Pelo teu regresso
Já fico bem assim.

Que passe rápido
O amanhecer,
Para mais rápido ainda
Eu te poder ver.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Era só

Resultado de imagem para era só issoEra só um pouco mais
De amor e a semente
Virava flor,
Era só um pouco mais
De suor
E irias ganhar um lugar melhor,
Era só mais uma viagem
E como sempre
Estavas de passagem.
Era só...

Era só mais uma carta
E mais uma vez
A ti
Nunca mais te vi,
Era só mais uma lembrança
E mais uma vez
Uma réstia de esperança
De te voltar a ter aqui.

Era só mais uma história
Mas o protagonista fugiu,
Era só mais um mundo distante
Que no fundo
No fundo
Nunca existiu.

Era só isso,
Parecia-me tão pouco
Mas disseram
Os entendidos
Que eu pedi
Como uma louca.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Ama-te

Resultado de imagem para ama-teAma-te,
Porque se tu não te amares
Ninguém mais o irá fazer
Põe-te em primeiro lugar
E vê uma nova mulher nascer.

Ama-te,
Valoriza-te,
Faz bem a ti
E só depois aos restantes
Tu és o diamante em bruto
E os outros meros brilhantes.

Ama-te...
A ti!